Menu

Sesc realiza exposição “A poética da dobra e do desenho” no Calenarte

O Serviço Social do Comércio – Sesc no Acre realiza a exposição “A poética da dobra e do desenho”,  dos  artistas plásticos  artistas Ramon Souza e Pamela Reis. A vernissage acontece dia 13 de abril as 19h no salão de exposição do Sesc Centro.
A exposição dar prosseguimento ao projeto Calenarte, cujo objetivo, é a difusão das artes plásticas no Acre, com suas ações de apoio aqueles que têm a arte como oficio e em possibilitar o acesso do público aos programas educativos. E ficará exposta para visita do  público no período de 13 de abril a 03 maio.

Os Artistas
Pamela Reis, 29 anos, artista capixaba natural de Vitória/ES, trabalha e reside na cidade de Serra/ES. Licenciada em Artes Visuais pela Universidade Federal do Espírito Santo, atualmente é mestranda do Programa de Pós-Graduação em Artes da mesma instituição. Tem participação ativa em exposições coletivas e individuais pelo país desde 2009. Concomitantemente a estas atividades, é professora de Artes da Rede Estadual de Ensino, e leciona pintura em seu Ateliê, em Vitória.
Ramon Souza Farias, a paixão pela técnica do mangá brotou muito cedo. Com 10 anos havia deixado de lado os desenhos da Disney e do Mauricio de Souza para abraçar a técnica que o fascinou os olhos. Junto a ela, a paixão por literatura e história também aflorou e foi pensando nisso que elaborou a ideia de uma exposição onde eu conseguisse misturar pessoas importantes para a história/literatura com mangá.

Sobre a obra
A ideia de misturar mangá com figuras históricas surgiu da necessidade de dá cores e uma repaginada à pessoas ilustres que impactaram diretamente nosso cotidiano e com isso mostrar principalmente aos mais novos uma nova faceta de personagens  tão importantes para o mundo inteiro.

Série de desenhos feitos a grafite sobre tecido em miniaturas de bastidores de madeira, com diâmetros entre 3 cm, 4 cm, 5 cm e 6 cm, realizados a partir de um fluxo contínuo de linhas soltas e sombreamentos, que ultrapassam a margem do bastidor, formando paisagens abstratas. As dobras foram criadas através da observação de diversos tecidos jogados ao acaso, formando drapejamentos de maneira aleatória.

back to top

O SESC